Porque razão deve evitar uma dieta extrema

Todos nós conhecemos algum caso de alguém que tenha perdido uma quantidade enorme de quilos em pouco tempo (usando coisas nada recomendadas) e que passado também muito pouco tempo voltaram a ganhar o mesmo peso ou ainda mais. Pois é… Sempre ouvi dizer que “o que se ganha rápido perde-se também rápido” e numa dieta extrema acontece exatamente isso. Existem pessoas que ficam tão obcecadas com o seu peso e aparência que acabam por tomar decisões erradas e entram em processos de dieta que são tudo menos aconselhados.
O grande problema é que as pessoas procuram cada vez mais resultados rápidos e quando se fala de musculação ou perder peso, resultados rápidos e consistentes é algo muito complicado de encontrar. O grande problema é que as pessoas emagrecem de tal forma (tomando porcarias), que acabam por acreditar que tudo é fácil e que conseguem atingir o seu objetivo de peso, mesmo que não o façam com a melhor das saúdes. O que em casos extremos isto pode levar? A problemas mentais que estão muito relacionados às dietas. Conheça algumas das razões para evitar uma dieta extrema:
evitar uma dieta extrema

Distúrbios mentais ligados às dietas

Sabia que muitas dietas causam distúrbios na alimentação? Começar com dietas extremas que impliquem graves mudanças no seu corpo e na sua alimentação poderá conduzir a problemas a longo prazo. Não estamos de nenhuma maneira e desencorajar as dietas, até porque quando feitas com peso e medida contribuem para uma vida mais saudável, falamos sim de dietas extremas, muitas vezes com toma de produtos menos recomendados onde a pessoa poderá sair afetada. É muito complicado lidar com este ciclo de ganhar e perder peso, de poder comer isto e não poder comer aquilo, de nos privarmos de uma coisa e aumentarmos na outra. Não é fácil também subir à balança e ver os mesmos resultados dia após dia. Todas estas situações poderão conduzir a que acabe por sofrer mentalmente durante todo o processo.

Deficiência de nutrientes

Vários nutricionistas defendem que é praticamente impossível obter a quantidade necessária de nutrientes comendo porções extremamente pequenas de comida ou pouca variedade. Quando uma pessoa corta com bastantes alimentos e passa praticamente a comer sempre o mesmo e em pequenas quantidades está a reduzir o número de nutrientes que ingere o que acabará por trazer consequências para a sua saúde e mudará o normal funcionamento do corpo. É importante que você perceba que você necessita de todos os alimentos na maior variedade possível! O que você tem de saber é controlar as quantidades. Não existe qualquer necessidade de tirar um produto de vez da sua dieta.

Cansaço que afeta a saúde

Se você ingerir pouca comida estará a ingerir poucos nutrientes e também poucas calorias, o que se irá refletir no seu dia a dia. Você tem de ver as calorias como energia e se você consome muito poucas e mesmo assim tem um dia muito preenchido, acabará por se sentir cansada e sem energia mais facilmente. Depois caso se sinta cansada ou com tonturas prestes a desmaiar o que acaba por comer? Comidas com muitas calorias ou açúcares. Não seria melhor comer um pouco de todas as coisas olhando sempre para as doses certas?

O efeito contrário

Nada é permanente e uma dieta exagerada pode trazer resultados inesperados como o próprio aumento de peso! Nenhuma dieta extrema trará resultados eternos e isso é algo que tem de ter bem ciente. Apenas uma dieta equilibrada e cuidada (que leva tempo) trará resultados que poderá manter. O que acontece muitas das vezes em dietas extremas é que passado muito pouco tempo a pessoa volta a ganhar peso e geralmente ganha ainda mais do que aquilo que perdeu. Porque razão acontece isso? É o nosso corpo a tentar defender-nos. Perdemos muito peso de forma drástica e ele acredita que algo se passa, então faz tudo para que voltemos a ganhar peso. É simples!

Perder gordura abdominal de vez!

O que realmente devo fazer?

Focar-se em pequenos objetivos e compreender que é impossível perder peso rapidamente sem o ganhar novamente. É necessário que faça pequenas mudanças na sua vida e que não queira mudar tudo de uma vez. Comece por evitar refrigerantes, por ingerir mais água, por evitar certos alimentos e dar mais prioridade a outros. Seja mais amiga das frutas e vegetais e preocupe-se em fazer pratos coloridos. Todas estas são dicas fantásticas quando juntas à dica suprema:  faça exercício! A prática de exercício físico constante (sobretudo de alta intensidade), quando aliado a uma boa alimentação poderá fazer maravilhas!

O que você tem de perceber é que a dieta e o exercício não devem ser encarados como uma passagem que acabe no momento em que atinge o seu objetivo, mas sim como uma mudança de estilo de vida. Você deve ter cuidado com a sua alimentação sempre e fazer exercício sempre que possível! Caso contrário depois de chegar ao seu objetivo acabará por se desleixar e volta a ganhar peso. A dica de ouro é:

Crie hábitos saudáveis como aumentar a ingestão de água e vegetais. Modere a boca para as coisas que realmente lhe fazem mal. Faça exercício, de preferência cardio de intensidade alta. Com o tempo as pequenas mudanças tornar-se-ão hábitos e tudo será mais fácil.

Deixar um Comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz