Halffloors – a moradia minimalista portuguesa

O minimalismo está na moda e não apenas na arquitetura! Já imaginaram o quanto é útil a ideia de menos numa casa? Pensem no quanto seria mais fácil limpar a casa! Mas não é por isso que estamos aqui hoje. Hoje trago-vos uma moradia minimalista portuguesa apelidada de Halffloors. A casa é constituída por um total de nove meios pisos, daí o nome, e nasceu pela ideia de Pedro Brito e de uma necessidade enorme de ganhar espaço!

Halffloors - casa minimalista portuguesa

A casa é simples… é organizada de forma vertical e hierárquica. As áreas sociais são nos pisos inferiores e as áreas privadas nos níveis superiores. Para alcançar grandes amplitudes visuais e interconexões dinâmicas entre espaços, o interior foi estruturado em meios pisos (Half-floors). A largura do terreno decidiu a escada. Na verdade, ela tornou-se o coração da casa… in halffloors.com

Halffloors - a moradia minimalista portuguesa

Veja mais imagens fantásticas no nosso facebook! 

Pedro Brito teve oportunidade de comprar uma casa velha, numa boa zona da cidade, o grande problema é que o terreno que dispunha para fazer uma nova casa era realmente pequeno (80 metros quadrados). Para quem pretendia um T3, com duas salas, um escritório e garagem para dois carros, tornou-se uma verdadeira aventura. No meio de vários estudos, parte deles rejeitados, nasceu esta ideia de usar meios pisos e assim nasceu o projeto.

“Trata-se de uma moradia minimalista com um design único. Todas as peças do seu interior foram especificamente desenhadas: guarda-fatos, apara- dores, cozinha, mobiliário dos quartos e escritório. As cores predominantes são o branco e o preto, criando uma unidade entre os espaços e tornando tudo muito leve e clean, com excepção do sofá, especificamente desenhado para a moradia”, referiu Pedro Binto.

Situada num terreno citadino de apenas 80 metros quadrados, no centro da cidade de Espinho, Pedro Brito construiu a sua moradia com 277 metros quadrados úteis! Conseguiu as duas salas, tanto de jantar como de estar, três zonas para lazer exterior, a sua garagem para dois carros e até uma piscina no seu vão de telhado! Uma prova do que o minimalismo está na moda e que é possível fazer-se muito num espaço tão pequeno, tendo-se apenas uma grande dose de imaginação e criatividade! Pedro Brito para esta construção teve ajuda do arquitecto Alexandre Sousa.

Para além de ser um projeto minimalista é também bom para o ambiente! Tem certificação energética de Classe A+. Este é daqueles projetos que dizemos que não é apenas uma casa, mas que contém um pedaço do criador em cada recanto, torna-se assim muito mais do que apenas uma casa para o criador.

Este projeto encontra-se a concorrer para dois prémios internacionais de design: o IF Design Awards e o Red Dot Design Awards, para além de já ser referência em alguns sites internacionais de arquitetura. Por certo nós aqui no Cuidar da Casa, vamos torcer para que este projeto consiga trazer o prémio.

moradia minimalista portuguesa moradia minimalista portuguesa moradia minimalista portuguesa

Deixar um Comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz